Os 50 anos do Tri #jogo4: Brasil 4x2 Peru


Há meio século, a Seleção entrava em campo para as quartas de final diante da surpresa do mundial, a seleção peruana, treinada pelo brasileiro Didi, bicampeão em 58 e 62.

.

Foi o dia em que Tostão, o artilheiro das eliminatórias sul-americanas, desencantou no México, depois de participar decisivamente nos gols dos companheiros durante a primeira fase.

.

Mas para não perder o costume, o primeiro gol brasileiro saiu de um recuo seu para a patada de Rivellino de canhota, com o lado de fora do pé, fazendo a bola fazer uma curva antes de explodir no pé da trave e repousar na rede peruana.

.

Riva retribuiu a assistência no segundo gol. Tostão recebeu perto da linha de fundo e bateu entre o goleiro do Peru e a trave esquerda para marcar o seu primeiro na copa.

.

O terceiro, já no segundo tempo, quando o placar estava 2x1, foi outra retribuição. Desta feita, de Pelé, que havia marcado um contra a Romênia graças a um lindo toque de calcanhar de Tostão. O 10 do Brasil apenas rolou para o 9 entrar com bola e tudo.

.

Depois dos peruanos diminuírem novamente, Jairzinho fechou a conta, driblando o goleiro após receber um passe açucarado de Rivellino, outro destaque da partida. O Brasil estava na semifinal.

.

Brasil 4x2 Peru

14/06/1970