Os 50 anos do Tri #jogo1: Brasil 4x1 Tchecoslováquia


Há meio século, o Brasil estreava na Copa do México de 70, diante da Tchecoslováquia, em Guadalajara.

.

O chute de Rivellino passaria a ser chamado de a “Patada Atômica”, após bomba na cobrança de falta que empatou o jogo.

.

Gérson mostraria ao mundo porque era o “Canhotinha de Ouro”, com dois lançamentos perfeitos de 40 metros:

.

O primeiro para Pelé dominar a bola no peito com a categoria que Deus só deu a ele e tocar com classe, mostrando ao mundo que Pelé continuava sendo Pelé.

.

O segundo para Jairzinho dar um lindo chapéu no goleiro tcheco Viktor e marcar um dos gols mais bonitos do mundial.

.

E Jairzinho justificaria por que viria a ser o “Furacão da Copa”, marcando o quarto, após devastar a defesa adversária.

.

Brasil 4x1

03/06/1970

.

Foto: El Universal