Futebol Cards: meias como Pita são espécie em extinção


Meio campista como Pita é uma espécie em extinção. Uma pena. Ele é o nosso #tbt Futebol Cards desta semana.

.

Habilidoso, com visão de jogo e muita qualidade técnica para fazer o jogo fluir, fosse no passe longo ou na aproximação para a tabelinha, e ainda com bastante precisão no arremate ao gol.

.

Aquele tipo de meia que todo camisa 9 pede a Deus para ter como companheiro. Juary e Careca foram atendidos.

.

Fruto de uma extraordinária geração de garotos formada na base do Santos, que vivia uma séria crise financeira na segunda metade dos anos 1970, ele aprendeu cedo a levantar taças.

.

O meia foi um dos “Meninos da Vila” do técnico Formiga, que em 1978 faturou o campeonato paulista, um Paulistão dos mais extensos.

.

O time de Pita, Nilton Batata, Juary, Ailton Lira e João Paulo, na linha de frente, precisou disputar 56 partidas para, depois de uma melhor de três com o São Paulo (então campeão brasileiro) na final, conquistar o primeiro título após a era Pelé.

.

Detalhe: além de campeão, o Peixe ainda teria o seu centroavante Juary como o artilheiro da competição com 29 gols.

.

Era o primeiro ano do jovem meia como profissional. Na Vila, ele permaneceu até 1984, quando entrou numa negociação com o São Paulo: Zé Sérgio e Humberto por Pita.

.

No Morumbi, ele também fez parte de um timaço formado por garotos formados nas divisões de base e apelidada de “Os Menudos do Morumbi”.

.

Compondo o quinteto ao lado de Müller, Silas, Careca e Sidney, Pita venceu novamente o Paulista de 1985 (Careca foi o goleador) e 1987, além do Brasileiro de 1986 (Careca, idem).

.

Em 1988, o São Paulo vendeu o seu camisa 10 por U$ 1 milhão ao Racing Strasbourg. Na França, ele ficou por dois anos, até retornar ao Brasil para defender o Guarani por uma temporada.

.

Em 1991, arrumou de novo as malas e foi levar a arte do seu futebol ao Japão. Passou três anos no Oriente, entre Fujita e Nagoya Grampus. Encerrou carreira em 1994, na Inter de Limeira.

.

Apesar da quantidade elevada de excelentes meias que povoavam o país na época, poderia ter sido melhor, e mais, chamado para a Seleção Brasileira. Foram apenas 12 jogos com a amarelinha.

0 comentário